Remedio para ejaculação precoce
Neste artigo vou falar sobre remédios antidepressivos para ejaculação precoce, vou passar para você um pouco do que sei sobre esse tipo de medicação e esclarecer algumas dúvidas que muita gente tem.

A utilização de remédio antidepressivo não é a melhor opção para acabar com a ejaculação precoce como você verá mais abaixo, porém se depois de ler todo o artigo ainda desejar tomar algum remédio antidepressivo para tratar a ejaculação precoce procure um médico.

 

Existe Remédio Para Ejaculação Precoce?

Sim, existem vários tipos de “remédios” para ejaculação precoce, nem todos funcionam, vou falar aqui sobre os remédios que normalmente ajudam por um tempo, que são os remédios antidepressivos. Eles ajudam por um tempo como eu disse, esse tempo será enquanto você estiver tomando, depois que você parar de tomar já era o efeito. (Mais abaixo eu explico um pouco mais sobre isso.)

               Remédio para ejaculação Precoce e Problemas de Ereção Remédio para ejaculação Precoce Remédio Antidepressivo para ejaculação Precoce 

Até o momento existem apenas comprimidos e sprays sublinguais à base de antidepressivos que ajudam a controlar a ejaculação precoce, o efeito é o mesmo sejam eles em comprimidos ou splays.

A maioria dos antidepressivos para ejaculação precoce funcionam inibindo a receptação da serotonina, que por sua vez controla os hormônios e também está envolvida na comunicação entre neurônios.

Como eles impedem que a serotonina seja captada, faz com que ela fique mais tempo na circulação sanguínea, impedindo assim o reflexo da ejaculação, com isso os homens conseguem se controlar um pouco mais e consequentemente demorar mais tempo para ejacular.

Dependendo da concentração os antidepressivos podem fazer com que alguns homens cheguem a triplicar o tempo durante a relação sexual, porém não exagere na dosagem e siga exatamente o que seu médico receitou, caso o remédio não faça efeito em você procure seu médio novamente e peça para ele mudar a medicação.

 

Como deve Ser Tomado o Remédio Para Ejaculação Precoce?

É necessário ler a Bula de cada remédio para ter certeza da dosagem, porém é melhor seguir o que seu médico disse, como eu disse um pouco mais acima, se o remédio não estiver fazendo efeito entre 3 a 6 semanas, procure seu médico novamente e peça para ele trocar o remédio.

 

Remédio Antidepressivo Para Ejaculação Precoce e os Efeitos Colaterais:

O ponto negativo de tomar remédios antidepressivos para tentar controlar a ejaculação encontra-se em seus vários efeitos colaterais. Inclusive se você não sabe, retardar a ejaculação é um de seus efeitos colaterais.

Entre eles, estão:

– Redução da libido (desejo sexual);

– Aumento da Ansiedade;

– Formigamento ou Dormência em algumas partes do corpo;

– Tontura;

– Náuseas;

– Dores de cabeça;

– Insônia ou sonolência;

– Secura na boca;

OBS: Cada antidepressivo tem seus efeitos colaterais, esses são os mais comuns na maioria deles, porém, para ter certeza, leia a bula.

E a pior parte é que ao optar por remédios antidepressivos, você ficará dependente dessas drogas, tendo que tomá-las pelo resto da vida ou pelo menos enquanto conseguir ter ereções, pois pode ter certeza uma hora o efeito colateral vai abaixar sua libido, e se você continuar tomando as chances de você ficar broxa também serão grandes, pode acontecer de você não ter esses efeitos colaterais acima, mas se tiver pare o quanto antes de tomar o remédio.

Falo por experiência própria, já tomei 2 antidepressivos para ejaculação precoce e um deles só me deu dores de cabeça e sonolência, já o outro me deu formigamento, tontura, e o pior queda de libido, isso tudo tomando apenas por 1 mês, após perceber a queda na libido eu parei com o remédio, e minha ereção só voltou ao normal depois de mais ou menos 3 meses.

 

Os Remédios Antidepressivos Curam A Ejaculação Precoce de Forma Definitiva?

Remédio Antidepressivo para ejaculação PrecoceMuitas pessoas pensam que esses remédios realmente curam a ejaculação precoce, porém como explicado no começo do artigo, o antidepressivo funciona inibindo a receptação da serotonina, e como ele impede que a serotonina seja captada, faz com que ela fique mais tempo na circulação sanguínea impedindo assim o reflexo da ejaculação, ou seja, esse efeito só vai existir enquanto você estiver tomando o remédio antidepressivo, porém depois que você parar não vai ter mais nada inibindo a receptação de serotonina e com isso você voltará a sofrer com a ejaculação precoce. Foi exatamente o que aconteceu comigo com o primeiro remédio que usei, tomei ele durante 4 meses e aí o médico pediu pra eu parar e ver se já tinha melhorado, e não deu uma semana o problema voltou, voltei a tomar novamente, tomei por quase 1 ano, e quando parei de tomar de novo o problema voltou a aparecer, depois que eu estudei sobre os antidepressivos e vi relatos de pessoas que tomou e também não melhorou eu entendi que antidepressivo NÃO CURA A EJACULAÇÃO PRECOCE.

Meu conselho para você que quer acabar com a ejaculação precoce de forma definitiva é, PROCURE UM TRATAMENTO NATURAL E QUE FUNCIONE, pois um tratamento natural não fará mal nenhum, não trará efeitos colaterais e vai resolver o problema.

O tratamento que eu fiz e recomendo aqui no site foi O Segredo Número 1 dos Atores Pornôs, esse método foi criado pelo André, o nome do método não é um dos melhores, mas funciona, e isso que é importante. Se quiser saber mais CLIQUE AQUI, no artigo desse link eu explico o que você vai conseguir com esse método e com o bônus, e também explico sobre a garantia de 54 dias que o André oferece, caso tenha interesse é só acessar o artigo Clicando Aqui.

Abraço!

Remédio Antidepressivo Para Ejaculação Precoce Não Resolve o Problema! 
4.82 (96.47%) 17 votos